top of page
sys-site-blog.png

Blog

Qual lubrificante íntimo escolher?

Atualizado: 19 de jun. de 2023



Embora o lubrificante íntimo seja um produto de fácil acesso e sem restrições médicas envolvidas, muitas mulheres não sabem como ele pode fazer a diferença no sexo.


É muito comum que as pessoas associem o uso do lubrificante íntimo apenas a disfunções sexuais, à menopausa, ou à falta de lubrificação causada por um medicamento.


De fato, o lubrificante íntimo é um grande aliado em todas essas situações, mas você não precisa, necessariamente, estar passando por algo assim para incluí-lo na sua vida sexual.


Para que você entenda melhor o poder do lubrificante íntimo como um potencializador do prazer, vamos falar sobre excitação feminina, explicar os tipos de lubrificante íntimo existentes, quais suas funções, dar dicas de qual escolher e muito mais!


Como saber se estou excitada?

Mulheres podem ficar excitadas com os mais diferentes estímulos, como fantasias, pensamentos eróticos, carícias e masturbação.


Considerada a segunda fase do ciclo de resposta feminina, a excitação é desencadeada pelo desejo. Alguns de seus sinais são: reação natural de miotonia (diminuição da velocidade de relaxamento muscular após a contração), vasocongestão da pele e dos vasos genitais, e lubrificação vaginal.


Além das reações genitais, mulheres excitadas costumam apresentar rubor facial, ereção e tumescência dos mamilos, aumento das pulsações e da pressão arterial, e respiração ofegante.


Quando falamos em lubrificação, é importante incluir o conceito excitação não concordante, que acontece quando a mulher considera algo excitante e quer fazer sexo, porém não lubrifica como desejado.


Isso pode acontecer por diversos fatores, como por exemplo, o nervosismo: a pessoa deseja estar ali e gosta dos estímulos, mas não consegue estar 100% presente no momento, preocupada e ansiosa com o que vai acontecer.


Em geral, devemos lembrar que a lubrificação depende de uma série de variáveis, como o organismo, a hidratação corporal e o tempo de resposta sexual de cada um. Ou seja: diferentes mulheres lubrificam de diferentes maneiras.


O orgasmo é obrigatório?

A excitação feminina atinge o auge com o orgasmo, que provoca reações gerais — contrações reflexas ritmadas e involuntárias dos músculos perivaginais e perineais (parte da pelve que contém a genitália externa e o ânus) — e particulares — algumas mulheres relatam rir ou chorar quando chegam ao clímax.


Embora todos queiram o “ápice do prazer”, não atingi-lo não significa que o sexo não tenha valido a pena. Você pode ter vivido um momento super especial e prazeroso, mas, mesmo assim, não ter tido um orgasmo.


É claro que não podemos naturalizar o fato de as mulheres terem muito menos orgasmos do que os homens durante a vida, fenômeno conhecido como gap do orgasmo.


No entanto, um orgasmo envolve vários fatores, como conhecimento do corpo feminino (por parte da parceria e da própria mulher, que precisa se conhecer para explicar o que gosta e o que não gosta). E, claro, estar 100% presente no momento, sem preocupações e inseguranças excessivas com a vida ou com o próprio corpo.


Sabia que a ansiedade pode afetar sua vida sexual? Para mais detalhes, clique aqui.


Para que serve o lubrificante íntimo?


Estar bem lubrificada é essencial para que a penetração ocorra sem dor — quando a mulher não está lubrificada o suficiente, há um atrito muito grande no ato sexual, o que pode causar desconforto ou ardência.


Além de contribuir para o prazer, a lubrificação protege a região íntima contra dilacerações. Por isso, é muito importante caprichar nas preliminares, investindo em beijos, toques, carícias e no que mais te deixar excitada. Além de, claro, contar com a ajuda de um bom lubrificante íntimo.


Lubrificante íntimo para a saúde sexual


Reforçando a importância da lubrificação para o sexo seguro e de qualidade, no começo deste ano, o Ministério da Saúde de Buenos Aires, por meio do programa Haceme tuyo (Faça-me seu, em tradução livre), gastou 500 milhões de pesos argentinos (15 milhões de reais) na compra de lubrificante íntimo.


A justificativa para a decisão foi que o uso de lubrificante íntimo reduz as chances de rompimento da camisinha, evitando, além da gravidez não planejada, Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e dilacerações, principalmente na prática de sexo anal.


Lubrificante íntimo como aliado


Hoje em dia, existem vários tipos de lubrificante íntimo, que ajudam a explorar as sensações que o corpo pode proporcionar, e ainda permitem aproveitar quando e onde quiser.


Ou seja: além de contribuir para a saúde em geral, o lubrificante íntimo pode ser uma novidade na hora do sexo! Vamos mostrar quais os tipos disponíveis, em quais situações cada um é indicado, e apresentar alguns modelos diferentes, que podem agitar as coisas por aí.


OBS.: lembre-se de que o lubrificante íntimo é um produto que protege e proporciona mais prazer. Ele não contém espermicida e não funciona como contraceptivo.


Qual lubrificante íntimo escolher?


Lubrificante íntimo à base de água


O tipo mais comum, acessível e versátil de lubrificante íntimo: você pode encontrá-lo com os mais diferentes sabores, aromas e sensações.


Por ser muito semelhante à lubrificação natural da vagina, é a melhor opção de lubrificante íntimo, principalmente para quem tem pele sensível.


O lubrificante íntimo à base de água tem alta absorção e não causa alergia, podendo ser utilizado para as mais diversas práticas sexuais, como penetração e masturbação (lembre-se de que ele não danifica os toys!).


Confira dicas potentes de masturbação com K-Y aqui. E leia este post para saber, definitivamente, como chegar lá sozinha.


Pontos positivos:

  • Podem ser usados com toys e preservativos;

  • São práticos, acessíveis e fáceis de limpar (por conta da composição à base de água, não tem perigo de manchar a roupa ou o lençol!);

  • Não são gordurosos.

Pontos negativos:

  • Por já serem feitos à base de água, não são resistentes a ela. Portanto, não são tão eficazes para brincadeiras no chuveiro ou em qualquer outro local que envolva água.

  • É necessário repassá-lo com frequência, já que tendem a perder o efeito rapidamente.

  • Precisam ser usados em maior quantidade.


Conheça os K-Y à base de água:


K-Y Original

Totalmente à base de água, o K-Y Original se assemelha muito à lubrificação natural, proporcionando maior conforto e segurança, sem perda de sensibilidade.


O K-Y Original é um lubrificante íntimo sem cheiro, transparente, não gorduroso, sem risco de provocar manchas, facilmente removível, e ainda tem uma embalagem super discreta.


Para levar na bolsa:


O K-Y Original também está disponível em forma de sachê de 5g, para você garantir seu lubrificante íntimo preferido em todas as situações!


K-Y hot

Por ser também um lubrificante íntimo à base de água, o K-Y hot tem todas as vantagens do K-Y Original, com o diferencial de esquentar suavemente a pele. É a escolha perfeita para quem quer inovar no sexo (principalmente quando estiver friozinho).


Muitas sys já aprovaram 100% o K-Y hot durante a masturbação — nada como uma novidade na hora de se dar prazer, não é?


O K-Y hot também tem a embalagem compacta (50g), ótima para ser levada aonde você quiser!


Lubrificante à base de silicone


Diferentemente do lubrificante íntimo à base de água, o lub à base de silicone demora mais para ser absorvido pela pele, criando uma película deslizante que dura por mais tempo.


O lubrificante íntimo à base de silicone também tem uma ótima durabilidade, prolongando a diversão sem precisar reaplicar sempre. Por isso, é a melhor opção caso você queira fazer uma maratona do prazer!


Se você for sensível e tiver alergias com frequência, a dica é testar o lubrificante antes no braço.


Pontos positivos:

  • Podem ser usados com preservativos;

  • São à prova d’água — perfeitos para curtir no chuveiro, sozinha ou acompanhada (caso você não tenha privacidade para se masturbar em outro local, vale levar um lubrificante íntimo para o banho e partir pro play!).

Pontos negativos:

  • Só saem com água e sabão;

  • Podem danificar toys de silicone.


K-Y Ultra

Lubrificante íntimo premium à base de silicone, que prolonga a hidratação dentro e fora da água. Assim como os K-Y à base de água, o Ultra é sem perfume e não oleoso, evitando alergias.


Saiba por que você não deve usar produtos íntimos com perfumes artificiais clicando aqui.


Por ter alta duração e capacidade deslizante, é perfeito para práticas que envolvem contato intenso, como a masturbação.


Igual ao K-Y hot, o K-Y Ultra está disponível em embalagem de 50g, para você levar aonde quiser!


Lubrificante íntimo à base de óleo

A maioria é natural e não-industrializado, como por exemplo, o óleo de coco. Por isso, precisam de cuidados especiais na hora de armazenar, e devem ser analisados individualmente.


Caso o lubrificante seja industrializado, confira se o óleo presente é vegetal — óleos minerais causam irritações sérias — e opte por produtos com a composição mais limpa possível (não há muitas opções disponíveis no mercado).


O lubrificante íntimo à base de óleo tem uma consistência mais densa do que as versões à base de água e de silicone. Além disso, como ele pode romper o látex, não é indicado para ser usado com camisinha.


Vale lembrar que, mesmo no caso do preservativo sem látex, algumas sys já relataram que a camisinha estourou ao utilizar óleo de coco.


Pontos positivos:

  • São à prova d’água;

  • Têm alta durabilidade.

Pontos negativos:

  • Podem causar alergia;

  • Só saem com água e sabão;

  • Podem danificar os toys.

Prazer feminino na menopausa

A sexualidade é uma função biológica universal, que se apresenta na mesma proporção em homens e mulheres. Ao contrário do que muitos pensam, o desejo sexual feminino não necessariamente desaparece na gravidez, na menstruação e na menopausa.


Que tal saber mais sobre sexualidade positiva? Te convidamos a ler este artigo da Sys.


No entanto, durante o climatério (período que tem fim na menopausa), o corpo feminino começa a passar por mudanças físicas, que podem afetar a vivência da sexualidade, como por exemplo:

  • os tecidos vaginais tendem a atrofiar por conta da redução do fluxo sanguíneo;

  • o intervalo entre as menstruações se altera, podendo diminuir ou aumentar;

  • algumas mulheres apresentam menstruações mais abundantes e de maior duração;

  • fogachos, sudorese, calafrios, palpitações, cefaleia (dor em qualquer parte da cabeça), tonturas, parestesias (sensação de formigamento nas mãos, pés, pernas, braços, boca ou orelhas), insônia, perda de memória e fadiga.

  • irritabilidade, labilidade afetiva, sintomas depressivos, dificuldade de concentração e memória, dificuldades sexuais e insônia.

Nenhuma dessas mudanças, contudo, deve interferir no direito das mulheres de viver a sexualidade em qualquer momento da vida.


Uma vez que as respostas aos estímulos sexuais não deixam de existir, são essenciais conhecimento, técnicas e produtos para ajudá-las a continuar aproveitando o prazer.


Falta de lubrificação vaginal? Vai de Clinical!

Além das questões apresentadas, existem mudanças causadas pela redução hormonal típica da menopausa, como por exemplo, o ressecamento vaginal, que resulta, muitas vezes, em dor durante a relação sexual.


Se você estiver passando por essa fase, pode optar pelo K-Y Clinical, um gel lubrificante íntimo especialmente desenvolvido para mulheres com ressecamento vaginal ou desconforto durante o sexo. Com pH igual ao da vagina, ele é hipoalergênico, livre de hormônios e de parabenos.


O K-Y Clinical possui ácido lático (hidratação e tratamento calmante), glicerina e vitamina E (agente antioxidante). Seu objetivo é restaurar a umidade natural da vagina, e proporcionar hidratação por até 72 horas.


Com uma fórmula exclusiva para minimizar a possibilidade de o produto escorrer, é a opção perfeita para mulheres em período pré, durante e pós-menopausa. Também se mostra extremamente eficaz nos seguintes casos:

  • Mulheres que estejam passando por uma fase de alteração hormonal, como amamentação, gestação e estresse;

  • Mulheres que estejam sob uso de medicamentos ou em tratamento médico, como tratamento de câncer;

  • Mulheres que estejam com alergia a agentes externos irritantes, como produtos de higiene ou sabonetes fortes.

Quer saber mais sobre a menopausa? Então leia este post da Sys!


Prazer a qualquer hora, em qualquer lugar

Sys, você merece estar confortável para vivenciar todas as experiências que deseja!


O primeiro passo é entender seu desejo como uma construção, e não economizar tempo na hora de investir em preliminares.


Vale lembrar que, para saber as coisas que você gosta e colocá-las em prática com outras pessoas, é importante se conhecer e saber se dar prazer sozinha.


A K-Y tem o lubrificante íntimo perfeito para qualquer situação! Seja para trazer mais conforto, para inovar no sexo, para práticas específicas, ou para se masturbar com conforto e privacidade.


Escolha seu K-Y ideal e parta para a ação sem medo!



Leia também:




Fonte:


162 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page