top of page
sys-site-blog.png

Blog

Perder a virgindade é sinônimo de romper o hímen?


Perder a virgindade, romper o hímen, primeira vez… Isso tudo costuma ser tratado como sinônimo, né? Mas será que significam a mesma coisa? Afinal, o que quer dizer “não ser mais virgem”?

Durante muito tempo acreditava-se que só não era mais virgem aquela que sangrava em sua primeira relação sexual, afinal, o hímen estava sendo rompido! Entretanto, nos dias de hoje a discussão sobre o que é virgindade é muito mais complexa do que isso.

Se você ainda tem dúvidas sobre o que realmente significa perder a virgindade te convido a seguir na leitura! Desde já quero te dar um spoiler: fomos enganadas!


O que é virgindade?

Falar sobre virgindade, sobretudo da virgindade feminina, ainda é um tabu. Aliás, falar sobre qualquer assunto relacionado a sexualidade feminina ainda é um tabu, não é mesmo?

Até pouco tempo atrás a virgindade das mulheres era algo sagrado e valorizado. A mulher que não sangrasse em sua primeira relação era vista como promíscua, e a que sangrasse, como pura. Havia uma preocupação com casar virgem, com sangrar na primeira vez, era questão de honra (e, muitas vezes, de vida ou morte) ser uma mulher virgem.

Não preciso nem dizer que isso não se aplicava para os homens, né?

Mas falando sobre o conceito de virgindade… Ele ainda é muito amplo e não existe consenso na área científica sobre o seu significado. Por isso é importante frisarmos que a virgindade é um conceito CULTURAL, ou seja, não tem fator científico envolvido. Sabe a famosa "construção social"? Pois é, aqui está mais uma!

Muitas pessoas ainda acreditam que a virgindade só é perdida quando ocorre a penetração, normalmente envolvendo pênis e vagina, . Muitos casais chegam inclusive a praticar sexo oral como forma de se “manterem puros” até o casamento, com a crença de que só se perde a virgindade quando ocorre o rompimento do hímen.


Portanto, se você ainda pensa que sexo é apenas sexo quando envolve penetração, é hora de rever os seus pensamentos! Mas calma sys, precisamos também tirar esse peso que existe em cima da nossa virgindade. Nada de se culpar ou se sentir mal por ter feito ou deixado de fazer algo, ok?


O que é hímen?

Agora que você já sabe o que significa perder a virgindade, é hora de entender o que é o tão falado hímen!

O hímen, na verdade, é uma membrana que fica logo na entrada do canal vaginal e que inclusive vários outros mamíferos possuem não tem papel biológico, ele simplesmente existe ali anatomicamente. Como tudo sobre ele sempre foi distorcido, tem alguns fatos sobre o hímen que talvez você não saiba, mas acho importante você conhecer, sys:

  • Nem todas as pessoas com vulva nascem com hímen;

  • Existem 5 tipos de hímen (anular, septado ou biperfurado, complacente, cribiforme e o imperfurado);

  • Por ser uma película delicada, ele pode se romper em atividades comuns como andar de bicicleta, equitação etc

Mas se o hímen pode ser rompido com tanta facilidade, por que dizemos que ele é rompido na primeira relação? A dor que muitas de nós sentimos não tem a ver com o rompimento dele?


Virgindade x hímen

Voltando à pergunta do título desse texto: NÃO! Perder a virgindade NÃO é sinônimo de romper o hímen, sys! E vou te explicar o porquê.

Durante um bom tempo acreditava-se que sangrar na primeira relação era sinônimo de virgindade, de pureza, da castidade. Isso porque o sangue era visto como uma “prova” de que o hímen daquela mulher havia sido rompido, ou seja, que até aquele presente momento ela era virgem (e a virgindade feminina era algo endeusado e valorizado).

O que acontece, na realidade, é que algumas pessoas com vulva têm sangramentos e dores durante a relação por fatores como pouca lubrificação e nervosismo. Algumas mulheres realmente têm o hímen rompido durante o sexo, mas isso não quer dizer que ela era virgem ou mesmo que todas as mulheres precisam sangrar na primeira relação (inclusive, sys, se você tiver sangramentos, já sabe, procura um gineco), o sangramento do hímen è só de uma gotinha, mal é capaz de sujar os lençóis.

O tempo passou e felizmente vimos que isso não faz o menor sentido, afinal, nem todo sexo precisa ter penetração e nem toda mulher ainda segue com o hímen durante a sua juventude. Ou seja, você ainda pode ser virgem e não ter mais o seu hímen ou mesmo o contrário. Uma coisa não tem relação com a outra, ok?


Perdi a virgindade, e agora?

Se você pretende ter a sua primeira relação sexual, acabou de ter ou conhece uma sys que está vivendo esse momento, separamos algumas dicas fundamentais para que você não deixe o prazer e a sua saúde de lado na hora H!

A primeira delas é ir ao ginecologista! Tanto para que ela te oriente na escolha de um método contraceptivo compatível com você e seu momento de vida, sendo ele hormonal ou não(caso você não queira engravidar), como para que te indique exames necessários (papanicolau, ultrassom, ISTs…). Ah, e não esquece de usar camisinha, tá? Além de prevenir uma gestação indesejada, esse è o único método que te protege contra as ISTs! Tudo isso para a sua saúde, sys!

Caso você esteja se sentindo insegura com essa questão, você pode desabafar em nosso grupo exclusivo para mulheres! Lá você pode tirar as suas dúvidas e conversar com outras sys que também estão passando pelo mesmo momento que o seu! Nada melhor do que conversar e desabafar, né?

No mais, relaxa e curte o momento, sys! Lembre-se: é totalmente possível ter um orgasmo já na primeira vez, hein? Não deixe de tentar! Depois conta para a gente se esse artigo te ajudou a entender mais sobre o conceito de virgindade e a ter uma primeira vez memorável!


 

Referências

Broechmann, Nina; Dahl, Ellen S. Título: Viva a Vagina Editora: Paralela.


1.335 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page