top of page
sys-site-blog.png

Blog

4 dicas para conversar sobre sexo com seu parceiro ou sua parceira!

Como ter uma vida sexual melhor com seu parceiro ou sua parceira?


Mesmo com toda uma revolução do prazer acontecendo já a algum tempo e sexo sendo visto como algo positivo, normal e socialmente aceito, e mesmo com muitas de nós tendo orgulho da nossa confiança sexual e mentes abertas, sejamos honestas: nem sempre é fácil falar sobre sexo (ou mais especificamente, sobre o que não está agradando no sexo) com o parceirx, crush, ou outros envolvidos em questão.  Pode ser que role uma timidez na hora de compartilhar uma fantasia, pode ser que o oral ainda não esteja tão legal, ou que de repente você não goste de alguma posição que a outra pessoa ama, não importa, guardar para você nunca é a solução, ok? Tem gente que resolve o assunto de forma mais direta, fala na hora e pronto, mas se não for o seu caso, separamos algumas dicas para te ajudar.


Aqui vai um pequeno lembrete: Mesmo quando se sentir confortável com a ideia de conversar sobre um assunto relacionado a sexo com um parceirx - seja uma fantasia, uma preferência, uma nova ideia para tentar na cama ou qualquer outra coisa - certifique-se de que sua mensagem seja eficaz e tenha cuidado com o modo que você vai dizer para não machucar os sentimentos da outra pessoa, ok? Além disso, esteja também receptiva para ouvir o outro lado. 


A verdade é que fazer dessa conversa um habito vai tornar a vida sexual de vocês muito mais satisfatória, além de melhorar a intimidade. Pelo menos é isso que diz a ciência. De acordo com o Instituto Gottman (um instituto americano que se dedica a estudar o sucesso nos relacionamentos) casais que conversam sobre sexo são sexualmente mais realizados. Faz sentido, né? Afinal de contas, quando você comunica para seu parceiro o que gosta e o que não gosta o sexo fica melhor, seja em um relacionamento ou não. De quebra vocês ainda esquentam o clima.


Separamos 4 Dicas para ajudar a falar sobre sexo e garantir mais prazer aos envolvidos, afinal a intenção é essa:


1. Comece com os pontos Positivos

Ao invés de começar a conversa criticando a performance da outra pessoa com algum comentário como “eu não gosto do jeito como você me chupa”, tente começar com “eu gosto muito do jeito que você me beija e me dá tesão quando acaricia meus peitos, quando você for me chupar, eu quero que tentemos algo diferente...” e então você explica como prefere. Fale, não tenha medo de ir direcionando: “mais para direita, mais forte, mais fraco, assim.”. Se você estiver saindo com uma pessoa legal e estiver atenta ao prazer dela, o seu prazer também importará e ela estará aberta para feedbacks e melhorias. Se não for o caso, já é bom ficar esperta.


2. Seja paciente

As pessoas têm diferentes níveis de experiência sexual e diferentes níveis de abertura para falar sobre sexo. Cada um de nós teve uma educação sexual e muitas vezes coisas normais para um podem ser tabus para o outro, ou apenas ser um assunto um pouco mais desconfortável. Se for o caso, seja paciente. Você pode começar a falar sobre sexo abordando seu relacionamento de um modo geral e depois passar para a relação sexual.


3. Não leve para o lado pessoal

Lembra que falamos sobre estar aberta a ouvir? Pois é, comunicação é uma via de mão dupla e talvez você descubra coisas sobre a sua performance na cama que te deixem chateada, mas ei, não leve para o pessoal! Tanto na vida quanto no sexo nós sempre temos pontos para melhorar e cada um tem seus gostos particulares. Esteja atenta ao que vocês podem fazer para tornar a relação sexual mais prazerosa para ambas as partes.


4. 50% - 50%

A verdade é que você e seu parceiro/a podem ter preferências, desejos ou fantasias sexuais muito diferentes. Isso pode significar que os dois lados vão ter que se comprometer em ceder um pouco para que vocês se satisfaçam e cresçam intimamente. É claro que isso não significa de jeito nenhum fazer coisas que não te deixem confortável ou que você não queira. Sempre bom lembrar que “não” sempre será uma palavra que indica falta de consentimento e qualquer coisa feita sem o seu consentimento está fora de questão. Quando falamos em ceder é sobre se permitir enxergar o universo através do olhar do outro e buscar uma forma nova de prazer, é sobre embarcar em fantasias quando se sentir pronta, acolhida e com tesão. Pode ser também sobre pequenas coisas, como aquele dia que a pessoa está cansada mas sabe que você quer muito uma massagem e faz esse esforço extra por que sabe que você faria o mesmo por ela.   



457 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page